Simeone: «Jamais me permitiria exigir a Griezmann que ficasse»

Treinador reconhece que o francês renovou com o At. Madrid depois de saber que ira continuar no cargo

• Foto: Reuters

O internacional francês Antoine Griezmann assinou uma renovação de contrato com o Atlético Madrid no final de setembro depois de receber a garantia da continudade de Diego Simeone no cargo de treinador. Satisfeita a condição, o avançado ampliou a sua ligação aos colchoneros até 2021, ficando com uma cláusula de rescisão, que será de 100 milhões de euros. Mas, apesar do valor elevado, o técnico argentino teme perder a estrela da equipa.

"Sim, existe o risco dele sair por causa da cláusula de rescisão. Não há segurança", disse Simeone em entrevista ao jornal espanhol 'As', admitindo que conversou com Griezmann "no verão passado. Falámos muito e ele continuou [no Atlético]."

"Disse-me: 'se você fica, eu também fico'. E eu respondi que sim, que não havia motivo para deixar o clube. Começaram a trabalhar com os representantes dele para tratar do que era preciso assinar e ele ficou. Daqui para a frente, não sei o que se irá passar", acrescentou o treinador dos colchoneros, explicando, que dependerá do que a equipa conseguir alcançar:

"Porque os grandes futebolistas querem jogar na Liga dos Campeões e chegar à final - e o Griezmann é um grande futebolista. E jamais me permitiria exigir a Griezmann que ficasse. Não o fiz com o [Diego] Costa, nem com o [Radamel] Falcão. Apoio as decisões dos jogadores que deram a vida por mim. Mas é óbvio que a equipa e o clube continuarão a crescer caso fique."

Griezmann, recorde-se, tem vindo a ser insistentemente apontado como potencial reforço do Manchester United para 2017/18

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.