Sp. Gijón salva-se e Getafe e Rayo Vallecano descem

Contas definidas na liga espanhola

• Foto: EPA

A luta pela manutenção na I Liga espanhola dominou os jogos deste domingo a 38ª e última jornada, com o Sporting Gijón a salvar-se, e o Getafe e o Rayo Vallecano a juntarem-se ao já despromovido Levante.

O Sporting Gijón partiu para a derradeira jornada no 18.º lugar, primeira posição abaixo da 'linha de água', que equivalia à descida de divisão, mas o triunfo caseiro sobre o Villarreal por 2-0 e a derrota do Getafe em Sevilha, frente ao Bétis, garantiram a manutenção.

O facto de o Villarreal já ter o quarto lugar assegurado, que dá acesso ao 'play-off' da Liga dos Campeões, à entrada para a última jornada, pode ter sido um fator que favoreceu as pretensões do Sporting de Gijón, que entrou decidido no jogo e marcou logo aos oito minutos, por Jony Rodriguez.

Na segunda parte foi preciso sofrer um pouco, sofrimento a que só foi posto termo aos 79 minutos, quando o médio Sérgio Alvarez marcou o segundo golo e garantiu, praticamente, a manutenção do Sporting Gijón, tendo em conta que nessa altura o Getafe perdia em Sevilha, com o Bétis, por 2-0.

Na luta a três por um lugar que daria a manutenção, o Rayo Vallecano acabou por ter uma vitória de pirro, ao vencer em casa o já despromovido Levante por 3-1, uma vez que partiu para a última jornada em posição mais difícil, a depender do que fariam hoje Getafe e Sporting de Gijón.

Deste trio, o Getafe era a equipa que estava melhor colocada na classificação, em 17º, acima da 'linha de água', mas a única que jogava fora do seu estádio, em Sevilha, frente a um Bétis que era 14º classificado, numa posição já tranquila na tabela classificativa.

O Bétis 'meteu-se em brios' e 'tramou' mesmo o Getafe, ao marcar já na segunda parte, aos 56 minutos, pelo argentino German Pezzella, num jogo em que a equipa visitante não suportou a pressão de ter de pontuar como o atestam os oito cartões amarelos e um vermelho direto mostrados aos seus jogadores.

O golpe fatal surgiu aos 73 minutos, quando o avançado Rúben Castro marcou o segundo golo, dois minutos antes da expulsão de Emiliano Buendia, que deixou o Getafe reduzido a dez jogadores a um quarto de hora do fim.

O golo de Álvaro Medran a reduzir para 2-1, aos 84 minutos, não alterou o destino do Getafe, que desce assim à II Liga juntamente com o Rayo Vallecano e o Levante.

Nos outros dois jogos da I Liga espanhola que hoje termina, o Espanyol venceu na receção ao Eibar por 4-2, subindo ao 13º lugar e ultrapassando o rival, que ficou em 14º, na classificação, enquanto o Málaga (8º) recebeu e derrotou o Las Palmas (11º) por 4-1.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.