Tribunal suspende decisão da UE de obrigar o Valencia a pagar 23,3 milhões

Clube espera que o governo regional ajude na batalha legal contra Comissão Europeia

• Foto: Getty Images

O Tribunal da União Europeia suspendeu provisoriamente a decisão da Comissão Europeia de obrigar o Valencia a pagar 23,3 milhões de euros por alegadas ajudas estatais indevidas, na sequência do recurso apresentado pelo clube espanhol.

O Valencia disse esperar que o governo regional "intervenha e coadjuve" o clube na batalha legal contra a decisão da Comissão Europeia, considerando que esta suspensão já constitui um bom indicador relativamente à validade do recurso que interpôs.

O Real Madrid devolveu na semana passada 20,3 milhões de euros pagos indevidamente pela câmara da capital espanhola, com juros incluídos, na sequência de uma investigação realizada pela Comissão Europeia.

Além do Real Madrid, a Comissão Europeia apurou que mais seis clubes de futebol profissional espanhóis beneficiaram ilegalmente de apoios públicos, o que traduz uma infração das regras de auxílios do Estado a empresas no âmbito da União Europeia.

Depois de três investigações em profundidade que concluíram que as ajudas foram ilegítimas, a Comissão decidiu que Barcelona, Real Madrid, Valencia, Athletic Bilbao, Osasuna, Elche e Hércules deverão devolver verbas recebidas.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.