Trippier ataca Tottenham: «Devia ter sido operado a época passada, mas não quiseram»

Lateral recorda sacrifícios

• Foto: Reuters

Kieran Trippier trocou o Tottenham pelo At. Madrid depois de quatro temporadas no emblema de Londres, e está bastante satisfeito com a decisão que tomou, sobretudo depois de uma época em que foi forçado a jogar com sacrifícios físicos. Em entrevista à 'Marca', o lateral defende que deveria ter sido operado e que os responsáveis dos Spurs não permitiram.

"A temporada passada foi um momento complicado, pois estive a lutar com lesões. Não é uma desculpa, não me escondo. Mas lutei durante meses com a virilha e a pélvis e finalmente me operaram depois das férias de inverno em Espanha, em janeiro. Deveria tê-lo feito a temporada passada no Tottenham, mas não queriam que fosse operado. Tive muitos problemas pela forma como desempenhei e lutei com as lesões. Cheguei ao ponto de não poder mais e ter que parar esta temporada, quando realmente deveria tê-lo feito na temporada passada. Havia tantos jogos importantes... Por sorte, só estive fora poucas semanas e agora me sinto muito melhor", atirou o jogador colchonero, que também abordou a mudança para Espanha. E, quanto a isto, só tem coisas boas a dizer:

"Se soubesse o quão feliz vinha ser, já tinha vindo antes. Foi uma revelação vir para aqui, garanto. Não queria chegar ao final da carreira e não ter aceitado este desafio. Sei que me beneficiará a longo prazo e espero estar aqui muitos anos mais. Estou feliz pelo menos e isso é o mais importante. A cultura, o futebol são muito diferentes de Inglaterra. A LA Liga é completamente diferente da Premier League. Tive que melhorar a defender e isso foi algo que admiti abertamente. E não há ninguém melhor para aprender do que com o míster. Ele é incrível com a equipa e individualmente. É uma alegria jogar para ele. Estou a desfrutar do meu futebol, estou muito feliz e a minha família está a aproveitar a vida em Madrid, que é o mais importante. Adaptei-me bem e estou a aprender a língua", enalteceu o jogador, de 29 anos, que relativamente a Diego Simeone só tem elogios a dar:

"É um dos melhores. Todo o mundo o quer. Aprendi muito com ele. Sinto que sou melhor jogador que na temporada passada no Tottenham. Desde o primeiro dia da pré-temporada vês o treinador na primeira linha no treino. É um dos melhores com quem já trabalhei. Está muito focado e comprometido. Todos o adoram e é um prazer trabalhar com ele. Estou aqui esta temporada e quem me dera poder ter vindo antes", sublinhou.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0