Há muito que se fala na possibilidade de Andrés Iniesta deixar o Barcelona para rumar ao futebol chinês e, ao que parece, o anúncio dessa decisão deverá estar para breve - segundo a 'Marca', será após a final da Taça do Rei. Ora, para lá do salário elevado que o médio deverá auferir na Ásia, há outro fator a fazer Iniesta mudar-se de armas e bagagens para o outro lado do Mundo: o vinho.

Proprietário da Bodega Iniesta, o médio do Barcelona terá também planeado assinar um contrato de comercialização do seu vinho, prevendo-se a venda de duas milhões de garrafas por ano no gigantesco mercado chinês. Muitos milhões que fazem Iniesta, aos 33 anos, dar por terminada a sua passagem pelo Barcelona, o único clube que conhece na sua bem sucedida carreira.

Autor: Fábio Lima