Xabi recorda quando De Jong 'fixou' os pitons no seu peito: «Ainda dói quando vejo»

Antigo internacional espanhol esteve a rever os jogos do Mundial de 2010

Xabi Alonso aproveitou o tempo em que esteve em confinamento durante a pandemia para rever a caminhada da seleção espanhola que há 10 anos se sagrou campeã do Mundo, na África do Sul. "A equipa mais perfeita onde joguei", refere o agora treinador da equipa B da Real Sociedad, em entrevista ao El País’.

E Xabi viu uma vez mais a dura entrada de que foi vítima por parte do holandês Nigel de Jong, que ‘fixou’ os pitons no seu peito. "Ainda tenho dores cada vez que vejo. Quando levei a pancada nem sabia onde estava, apanhou-me o corpo todo. Foi um momento icónico do jogo e assim ficou. Fiquei incomodado durante dois dias, mas com a euforia e as celebrações nem me lembrava"

O antigo internacional recorda com nostalgia aquele Mundial. "Nunca vi outra equipa com o mesmo controlo da situação. A concentração, a segurança, a confiança, o compromisso... Cometíamos poucos deslizes, poucos erros. Defendíamos com equilíbrio, com o trabalho de todos. Era isso que tornava aquele grupo especial, de Iker [Casillas] ao último jogador."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0