Benítez: «O meu adjunto disse-me que havia permanentes pressões do presidente»

Ex-técnico blanco aborda intromissões ao trabalho diário no clube

• Foto: Reuters

Rafa Benítez assume ter ficado "triste" pela saída do Real Madrid na primeira vez que fala abertamente após a abandonar o Santiago Bernabéu. Em entrevista à BT Sport, o técnico espanhol fala em "nervosismo" por parte de Florentino Pérez para justificar a mudança de treinador nos blancos.

"É difícil explicar o que se passou. É preciso saber o que se passou no Real Madrid nos últimos anos. É possível ver o que se passou com Camacho, Del Bosque, Pellegrini, Mourinho, Ancelotti… Não é fácil. Tens de fazer tudo de forma perfeita. Tens problemas quando fazes algo mal ou o presidente acha que está mal. Creio que o que fizemos foi bastante bem feito. Obviamente que esperávamos melhorar até ao final da temporada porque é isso que nos diz a experiência. Estávamos a jogar dois jogos por semana e perto duma série de cinco com apenas um jogo por semana. Acreditávamos que podíamos fazer as coisas bem mas havia nervosismo, seja dos adeptos, seja do presidente e mudaram de treinador", começou por dizer mas não ficou por aí, dando a entender que o papel de Florentino não era o mais correto no seio do clube.

"O meu adjunto Fabio Pecchia disse que havia permanentes pressões do presidente. Está à tua volta, fala com os jogadores, com os media e está sempre à tua volta. Não é fácil para um treinador, especialmente quando estiveste em Inglaterra, ver um presidente a falar com os jogadores ou com os media todos os dias".

Diferença para o Barcelona

Benítez vai buscar o exemplo Barcelona para justificar aquilo de que o Real Madrid precisa para voltar a conquistar troféus.

"A palavra-chave para ganhar o campeonato é consistência. Tens de lutar contra o Barcelona que tem um estilo e um modelo de jogo. O Real Madrid muda de treinador todos os anos e tens de começar da estaca zero. Essa é a razão pela qual o Real Madrid ganhou uma liga, o Atlético Madrid outra e o Barcelona cinco nas últimas sete. O Barcelona ganhou o dobro ou mais do dobro dos troféus do Real Madrid no tempo em que o presidente [Florentino Pérez] está à frente do clube."

Por Flávio Miguel Silva
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Real Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas