Clube repudia ataque no Iraque fala de "terrorismo selvagem"

Jogadores terão braçadeiras negras frente ao Deportivo

• Foto: Reuters
O Real Madrid emitiu um comunicado no qual repudia o ataque à sua 'peña' (casa do clube) em Samara, no Iraque, que provovou 16 mortos.

"O Real Madrid lamenta profundamente o terrível atentado que hoje no Iraque tirou a vida a 16 membros da peña madridista e que causou ainda mais de 20 feridos. O clube mostra a sua total tristeza e oferece o seu apoio e condolências aos familiares e amigos das vítimas. O Real Madrid estende a sua total solidariedade ao povo do Iraque, que sofre a injustiça desmedida de uma violência extrema", pode ler-se no site oficial dos merengues.

"O futebol e o desporto serão sempre territórios de encontro, concórdia e paz, os quais não serão afetados por nenhum tipo de terrorismo selvagem", é ainda acrescentado.

Na mesma nota, o clube de Florentino Pérez dá conta de que os jogadores vão usar uma braçadeira negra no encontro de sábado, frente ao Deportivo, em sinal de luto.
Por Luís Miroto Simões
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Real Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas