Mariano elogia antigos donos da camisola 7 e esquece-se de Ronaldo

Extremo conta como Lopetegui o convenceu a regressar ao Real Madrid

• Foto: EPA

Mariano Díaz, jogador que está de regresso ao Real Madrid, revelou em entrevista ao El Partidazo, da rádio COPE, que muitas pessoas disseram que não deveria ter escolhido a camisola 7 devido à pressão inerente ao número.

"Creio que isso é o menos. Se pesa? Sim, pesa muito. Mas estava livre, é um número que gosto e é uma escolha pessoal. Estou contente de usar esse número que foi de tantas estrelas como Amancio, Juanito, Butragueño, Raúl..., e desde pequeno vê-los a jogar com ele... ["e Cristiano", lembrou o jornalista]. E Cristiano Ronaldo, claro, como não? Estava livre, todos os adeptos do Real o sabem", disse o avançado espanhol, revelando: "Muita gente me disse coisas más. Que é muita pressão, que não deveria... de todo. Não penso nisso, penso sim em treinar cada dia para poder ter minutos", disse o agora dono da camisola 7 que pertenceu a Cristiano Ronaldo.

O jogador, que regressou aos merengues a troco de 23 milhões, revelou ainda os detalhes da sua transferência: "Recebi uma chamada do Julen [Lopetegui] que me deixou muito feliz. Não tinha o seu número, não sabia quem era. Não esperava a chamada naquele momento. Disse-me que ficaria encantado se voltasse e eu respondi-lhe que também ficaria", concluiu Mariano.


7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Real Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.