O contrato histórico que coloca CR7 na senda de King James e... Air Jordan

Cristiano Ronaldo e a ligação vitalícia com a Nike, que lhe renderá somas impressionantes

A carregar o vídeo ...
O que CR7 pensa da renovação do contrato com a Nike

A Nike confirmou esta terça-feira a renovação da parceria com Cristiano Ronaldo, uma ligação iniciada em 2003 e que, embora a marca não o tenha confirmado, deverá ser agora vitalícia. O próprio craque português admitiu que este é um vínculo "para a vida", confirmando-se cada vez mais uma das faces da marca de equipamentos desportivos a nível global, na senda de outras figuras do desporto norte-americano, como o basquetebolista LeBron James e o já retirado Michael Jordan, o pioneiro nesta área.

Prateadas, douradas, pretas... pelos pés de Ronaldo já passaram estes 30 modelos
As semelhanças com King James, que fez história este ano ao conduzir os seus Cleveland Cavaliers ao primeiro título na NBA, são mais do que evidentes. Tal como CR7, o jogador norte-americano tem atualmente 31 anos e assinou o seu primeiro contrato com a Nike aos 18, em 2003. E, há pouco menos de um ano, em dezembro de 2015, chegou a um acordo vitalício com a marca.

Os valores em causa, segundo a imprensa local, poderiam render-lhe um total de... mil milhões de dólares (907 milhões de euros ao câmbio atual). Agora, os termos do contrato com Cristiano Ronaldo serão, alegamente, da mesma ordem, o que conjugado com a recente renovação do vínculo com o Real Madrid permitirá certamente ao português reforçar o estatuto de desportista mais bem pago da atualidade - segundo a revista 'Forbes', CR7 lidera o ranking de 2016 com rendimentos de 77 milhões de euros.

Jordan à parte

De qualquer forma, tanto Cristiano como LeBron têm ainda um longo caminho para percorrer para igualar Michael Jordan. Aquele que é considerado o melhor basquetebolista da história, juntou-se à família Nike em 1984 e, desde então, não parou de cimentar um estatuto à parte. Os seus Air Jordan tornaram-se um sucesso a nível mundial e ganhou mesmo uma marca própria dentro da Nike: a Jordan Brand.

E os números não deixam dúvidas: os equipamentos desportivos (botas e não só) com o seu selo faturam 2,5 mil milhões de dólares (cerca de 2,3 mil milhões de euros) anualmente - para o ex-jogador, agora com 53 anos, revertem cerca de 100 milhões de dólares (90,7 milhões de euros) por ano.

Como comparação, King James rendeu à Nike vendas no valor de pouco mais de 300 milhões de euros, segundo os dados de 2014, e deverá receber pouco mais de 27 milhões de euros anuais. Um valor muito semelhante ao que Ronaldo passará também a auferir, embora dependendo do cumprimento de certas variáveis possa até chegar aos 40 milhões de euros por ano.

A aposta da multinacional norte-americana em CR7 como imagem da marca no futebol promete agora ser reforçada, com a ambição de replicar os resultados numa modalidade com expressão global bem mais significativa do que o basquetebol. Resta esperar...

Por José Angélico
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Real Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.