O segredo de Bale

Tática curiosa

• Foto: Reuters

Foram 47 dias sem que Gareth Bale pudesse dar contributo ao Real Madrid devido a uma lesão no gémeo direito. O extremo galês regressou frente ao Celta de Vigo e fechou a goleada com o 7-1, num duelo em que se apresentou com as meias... rasgadas. Os ‘cortes’ foram feitos precisamente na zona dos gémeos – já sofreu seis lesões nestes músculos desde que chegou aos merengues, três delas esta temporada – mas, na verdade, o efeito é meramente psicológico.

Segundo o diário ‘As’, as meias utilizadas pelos futebolistas permitem uma circulação sanguínea adequada, pelo que os rasgões não deverão ter consequências práticas. É mais pelo aspeto mental, uma vez que podem dar mais confiança ao internacional galês.

Quem acha as lesões estranhas é Carlo Ancelotti, ex-técnico blanco. "Algo está a ser terrivelmente mal feito. Já houve 22 lesões musculares desde o início da época. Num clube como o Real não é normal", afirmou, na sua coluna de opinião no portal ‘Sina Sports’.

Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Real Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.