Ronaldo regista o melhor início de ano

O craque apresenta a mais elevada média de golos desde que chegou ao Real Madrid

• Foto: Reuters

Ronaldo está a assinar o melhor início de ano civil desde que chegou ao Real Madrid, apresentando a mais elevada média de golos numa contabilidade que leva em consideração as partidas e os tiros certeiros entre 1 de janeiro e 8 de março.

O fantástico arranque de 2018 traduz-se em 15 golos em 11 desafios, o que lhe confere uma média de 1,36. Desde que enverga a camisola blanca, o registo que mais se aproxima é o de 2016, ano em que anotou os mesmíssimos 15 golos mas em 13 desafios, o que lhe proporcionou uma média de 1,15. O recorde de golos do CR7 neste período remonta a 2013, ano em que contabilizava 17. No entanto, a média era inferior (1,13), dado que somava 15 jogos.

Cristiano costuma marcar mais golos na segunda metade da época, tendo sido isto que se verificou em seis das oito temporadas que já completou ao serviço do Real Madrid. Essa regra vai manter-se em 2017/18, pois o luso já só está a um golo do registo assinado na primeira parte da época: apontou 16 golos até 31 de dezembro; fez outros 15 desde então.

Pulo para Recorde
Ronaldo lidera a lista de goleadores da Champions 2017/18, contabilizando uma dúzia de remates certeiros. Já pertença do CR7, o recorde de golos na mesma edição da prova corre sérios riscos. Vejamos! Em 2013/14, época em que o Real Madrid conquistou a 10ª Liga dos Campeões, Cristiano acabou com 17 golos. Tinha 13 à entrada dos ‘quartos’, ou seja, só mais um do que atualmente.

O recorde está à distância de um ‘pulo’, o mesmo que deu em Paris e que, segundo a imprensa espanhola, atingiu os 2,93 metros, semelhante ao de Manchester, em 2013, quando marcou ao United, a ex-equipa

Por Nuno Pombo
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Real Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.