Secretário recorda passagem pelo Bernabéu para levantar o moral a Danilo

Ex-jogador lembra problemas de adaptação quando se mudou para o Real Madrid

• Foto: Luís Vieira

O antigo futebolista Secretário, agora a treinar os Lusitanos Saint-Maur, do quarto escalão francês, deu o exemplo da sua passagem pelo Real Madrid para levantar o moral do brasileiro Danilo, alvo de muitas críticas dos adeptos merengues.

Em 1996, Secretário transferiu-se do FC Porto para o Real Madrid, tal como Danilo há duas épocas, mas a sua passagem pelo clube espanhol resumiu-se a 13 jogos, passando para o banco depois da chegada do italiano Christian Panucci, o que o fez regressar ao clube portista na temporada seguinte.

"É um bom jogador, mas, como típico brasileiro, ataca melhor do que defende. Às vezes, sente alguns problemas para defender, mas a atacar é muito bom", disse Secretário à agência EFE sobre o lateral direito brasileiro.

Secretário alertou que "quando se perde a confiança, é muito difícil recuperá-la", reforçando que o defesa brasileiro "fez jogos muito bons" pelos merengues, mas consciente de que quando se comete um erro com a camisola do Real Madrid "é muito difícil reverter as coisas".

"O treinador já lhe manifestou confiança e, por isso, acredito que voltará às boas exibições. Ronaldo é o melhor do mundo e às vezes também o assobiam", recordou Secretário.

Com 21 jornadas, o Real Madrid, que tem dois jogos em atraso, lidera o campeonato, com 46 pontos, mais um do que FC Barcelona. Danilo disputou até ao momento sete jogos pelos madrilenos para o campeonato e em 11 ficou no banco.

Apesar da curta passagem por Madrid, Secretário, o primeiro português a vestir a camisola dos merengues, recorda a experiência com "carinho".

"As coisas não me correram bem. Perdi um pouco a confiança, mas consegui recuperá-la. Joguei meia temporada. Acabou por ser uma boa experiência. Deixei lá muitos amigos e as pessoas trataram-me sempre muito bem, mesmo quando não jogava", recordou.

No Lusitanos Saint-Maur, Secretário foi responsável pela promoção do clube ao quarto escalão gaulês. Neste momento, o clube, criado há 60 anos por emigrantes portugueses, lidera o Grupo B daquele campeonato.

O clube dos emigrantes, como é conhecido, ocupa o único lugar do agrupamento que dá acesso à terceira divisão, com 36 pontos - em 16 jogos (10 vitórias e seis empates) -, mais cinco do que o segundo classificado, o AC Boulogne-Billancourt.

"O clube conseguiu quatro promoções seguidas, a última comigo. O objetivo que me foi agora proposto era a manutenção, mas as coisas estão a correr bem e podemos tentar algo mais", avaliou Secretário.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Real Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.