Todos têm um preço? Kane não: nem 227 milhões do Real o tiram do Tottenham

Clube londrino considera que o avançado é essencial em época de estreia do estádio

• Foto: Reuters

O Tottenham não quer perder Harry Kane na próxima temporada e vai assumir uma posição inflexível diante do interesse do Real Madrid que se prepara para oferecer 200 milhões de libras (mais de 226,71 milhões de euros) pelo avançado.

O jornal inglês 'The Times' adianta este domingo que Daniel Levy, presidente executivo dos spurs, considera que Kane e Mauricio Pochettino são absolutamente essenciais numa altura em que o clube estreará o novo estádio. Por isso, prepara-se para propor renovações de contrato ao internacional inglês e ao treinador argentino.

Kane, cuja última renovação data de dezembro de 2016, ganha atualmente 6,6 milhões de euros por ano e Levy tenciona propor um aumento para os 11 milhões de euros de forma a convencer o avançado de 24 anos a continuar no Tottenham.

Por outro lado, Kane é considerado pedra basilar na reestruturação e rejuvenescimento do plantel pelo presidente do Real Madrid, Florentino Pérez. Neymar (Paris Saint-Germain), Robert Lewandowski (Bayern Munique) e Eden Hazard (Chelsea) são outros dos nomes apontados como potenciais reforços dos merengues.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Real Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas