Record

Zidane e a polémica fiscal que envolve Ronaldo: «Cada jogador sabe o que faz»

Treinador quer que tudo se resolva rapidamente

• Foto: EPA
O treinador do Real Madrid, Zinedine Zidane, disse esta sexta-feira esperar que o caso de alegada evasão fiscal que envolve o internacional português Cristiano Ronaldo e outros futebolistas do clube seja esclarecido "muito rapidamente"

Em conferência de imprensa, Zinedine Zidane exortou ainda que não se façam "juízos paralelos" sobre o caso. "Espero que tudo se resolva rapidamente. Não quero fazer juízos paralelos. Vamos esperar", disse, considerando que os seus jogadores "sabem perfeitamente o que fizeram".

"Penso que cada jogador sabe o que faz. Estão a especular e a dizer coisas. Espero que as coisas se resolvam rapidamente com todos eles, queremos pensar apenas em futebol e ganhar partidas", sublinhou.

Na quinta-feira, o diário espanhol 'El Mundo' noticiou, citando uma fonte do Ministério das Finanças espanhol, que o futebolista português Cristiano Ronaldo está a ser investigado por alegada evasão fiscal há ano e meio.

A mesma fonte confirmou ao jornal espanhol que a investigação decorre "em silêncio e a seu ritmo", estando em fase "avançada".

A 2 de dezembro, os membros do European Investigative Collaborations (EIC), que inclui o 'Expresso' e o 'El Mundo', entre outros, noticiaram que Cristiano Ronaldo evadiu, supostamente, 150 milhões de euros em impostos através de uma sociedade nas Ilhas Virgens.

Segundo o 'El Mundo', a investigação continua a reunir provas para depois avaliar se há indícios de delitos fiscais, tal como já aconteceu com Ricardo Carvalho, enquanto Fábio Coentrão está também a ser investigado.

Além de Ricardo Carvalho, a justiça espanhola acusou também os antigos jogadores dos merengues Xabi Alonso e Ángel Di María, mantendo outra investigação ao antigo avançado do Atlético Madrid Radamel Falcão.

A informação, que também envolve mais jogadores, entre os quais outro internacional português, Pepe, foi colhida a partir de 1.900 gigabytes de documentos a que o referido consórcio europeu teve acesso e sobre os quais trabalharam 60 jornalistas durante mais de sete meses.

De acordo com os documentos, cedidos aos citados OCS pela plataforma digital 'Football Leaks', são muitas a estrelas do futebol internacional que se esforçam por ocultar os seus rendimentos ao fisco.
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Real Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas

M