Gayá aponta o dedo a Guedes e Jason: «Não podemos arriscar a nossa vida com nove...»

Valencia perdeu (2-1) frente ao Granada e prolongou série de maus resultados

• Foto: Lusa/EPA

O Valencia voltou esta quarta-feira a perder na liga espanhola, prolongou a série de resultados negativos - não vence desde 8 de novembro - e continua nos últimos lugares. A equipa che foi derrotada (2-1) frente ao Granada, em duelo da 16.ª jornada, após ter estado em vantagem com um golo de Kevin Gameiro, aos 36 minutos. Os locais empataram em cima do intervalo (Kennedy, aos 45+3') e completaram a reviravolta aos 88', por Jorge Molina.

O jogo teve três expulsões e duas delas foram para o Valencia. Depois de Jason ver o segundo amarelo, aos 70 minutos, Gonçalo Guedes foi expulso com vermelho direto aos 73' e deixou a equipa com apenas 9 jogadores - Domingos Duarte, no Granada, também foi expulso com vermelho direto aos 76'.

No final da partida, o lateral e capitão do Valencia, José Gayá apontou o dedo aos dois companheiros. "Expulsões? Não as vi com bons olhos, na verdade. Quando temos um cartão temos de ter cuidado. Aconteceu o mesmo com o Getafe [2-2] e com as expulsões fica muito difícil, mas não é desculpa. Há que fazer autocrítica. Não podemos ficar com nove jogadores quando estamos a arriscar a nossa vida, como estávamos a fazer hoje. Temos de continuar e melhorar", afirmou o capitão da equipa che, aos microfones da Movistar.

Por André Antunes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Valencia

Notícias

Notícias Mais Vistas