Adepto envolvido em insultos racistas a Balotelli "entregou-se" ao Bastia

Clube garante que está impedido de entrar no estádio

• Foto: Reuters

Um dos adeptos do Bastia que na sexta-feira proferiu insultos racistas contra o futebolista Mario Balotelli, do Nice, "entregou-se", anunciou esta quarta-feira o clube da Córsega, garantido que o homem está impedido de entrar no estádio Armand Cesari.

Segundo o Bastia, o adepto assumiu a culpa depois de um apelo lançado na comunicação social após a divulgação das imagens dos insultos proferidos contra o internacional italiano.

Em comunicado, o clube refere que o adepto já lamentou a sua atitude e garante que o mesmo já foi informado da proibição de entrar no estádio, no qual tinha lugar cativo.

Imagens transmitidas pela estação televisiva BeIN Sports, entretanto remetidas à comissão disciplinar da liga francesa de futebol, mostram alguns adeptos do Bastia a proferir insultos racistas a Mario Balotelli.

No domingo, a liga francesa "condenou com a maior firmeza os autores" de insultos racistas ao avançado italiano, que reagiu aos incidentes na rede social Instagram.

"É normal que os adeptos do Bastia façam barulhos de macaco, com 'uh,uh', durante todo o jogo e ninguém da comissão disciplinar diga nada? O racismo é legal em França? Ou apenas em Bastia?", questionou o avançado italiano, que é descendente de imigrantes ganeses. 

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0