Deschamps decidirá convocatória de Benzema "quando chegar o momento"

Selecionador tentou evitar o tema

Deschamps
Deschamps • Foto: Reuters

Didier Deschamps evitou comentar um regresso de Benzema à seleção, da qual está excluído por decisão da Federação, limitando-se a dizer que o decidirá "quando chegar o momento".

Na conferência em que deu a conhecer quais os futebolistas convocados para os próximos particulares, com a Holanda e a Rússia, de preparação para o Euro2016, do qual a França é o país organizador, Deschamps tentou evitar o tema Benzema.

O avançado do Real Madrid está excluído da seleção depois de ter sido em novembro acusado de "cumplicidade na tentativa de chantagem" e conspiração em ato criminal, visando o seu colega de seleção Mathieu Valbuena.

O técnico da seleção recusou-se a dar detalhes se terá algum papel no encontro que o presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noël Le Graët, pretende promover entre Benzema e Valbuena.

"Não me peçam para comentar o que disse o presidente", começou por dizer Deschamps, acrescentando que não tinha mais nada a dizer, mas referiu que quanto às convocatórias dos dois jogadores compete-lhe a ele e ao presidente decidirem.

Quanto aos comentários do primeiro-ministro francês, Manuel Valls, que considerou que Benzema não deveria ir à seleção até estar completamente esclarecido o seu envolvimento no caso de chantagem, o selecionador referiu que tomou nota disso.

Em relação a Valbuena, que ficou fora dos convocados, o técnico lembrou que desde que é selecionador não se lembra de ter chamado um jogador que não está a jogar.

A França, que organiza o Europeu de 10 de junho a 10 de julho, defronta a Holanda a 25 de março, em Amesterdão, e a Rússia a 29, em Paris.


Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas