Diaby pode voltar após longo calvário

Médio francês não joga há... 17 meses, por lesão, mas a estreia pelo Marselha está à vista

• Foto: Reuters

Abou Diaby pode estar a poucas horas de encerrar um longo e penoso martírio que se estendeu por departamentos médicos de Inglaterra e França. Longe dos relvados há 17 meses, o médio de 29 anos poderá finalmente estrear-se pelo Marselha, que defronta, hoje, o Trélissac, no fecho dos oitavos-de-final da Taça de França.
A hipótese de regressar aos relvados valerá muito para Diaby. Não importa que o adversário seja uma equipa amadora, o importante será perceber que ainda é possível viver o futebol, como explicou ontem o treinador Míchel. "A questão moral é muito importante para um jogador, e queremos dar-lhe este sinal de confiança. É normal sentir-se pressionado após tanto tempo afastado do que adora fazer, mas o mais importante é a sua saúde física e mental, e ele está muito motivado para este jogo", garantiu o técnico espanhol que convocou pela primeira vez o internacional francês.

Míchel antecipou que Diaby não está pronto para jogar uma partida completa, mas deu a entender que vai dar-lhe alguns minutos. Se isso se confirmar, será o primeiro jogo do médio desde 23 de setembro de 2014, quando entrou em campo pelo Arsenal, diante do Southampton, para a Taça da Liga.

Muitos problemas

O período nos gunners foi marcado pela presença constante no departamento médico. Foram 42 lesões em oito épocas e meia, a maioria delas na perna direita (só na coxa foram... 11). Em 2013/14 e 2014/15 disputou apenas um jogo da Premier League – cumpriu 16 minutos diante do Norwich, a 11 de maio de 2014, o dia em que comemorou o 28º aniversário –, e chegou a especular-se que Diaby se retiraria no verão passado. Mas o médio acertou o regresso a França, rumando ao Marselha, onde uma nova série de problemas físicos continuou a impedi-lo de voltar aos relvados. O tempo passou, mas o clube continuou a acreditar na sua recuperação. Sete meses depois, Diaby tem finalmente uma nova oportunidade de retomar a carreira. Muitas pessoas em Marselha esperam que isso seja verdade, em especial Abou Diaby. "Ele sabe que será muito difícil jogar muitos minutos. Mas está pronto e disponível", salientou Míchel.

NÚMEROS

1550 - dias em que Diaby esteve entregue ao departamento médico do Arsenal. Ou seja, quatro anos e três meses, quase metade do tempo passado nos gunners, entre 2006 e 2015

505 - dias entre o último jogo oficial de Diaby, ainda pelo Arsenal, e a partida de hoje, que pode marcar a estreia do médio pelo Marselha, clube pelo qual assinou no verão passado

42 - jogos oficiais efetuados por Diaby nas últimas... seis épocas. Isto depois de, em 2009/10, ter feito 40 partidas pelo Arsenal, o seu máximo numa temporada

16 - internacionalizações do médio francês, que esteve na fase final do Mundial’2010. O último jogo pela seleção gaulesa foi a 7 de setembro de 2012, dia em que marcou o seu único golo na vitória, por 1-0, sobre a Finlândia

Por Mamede Filho
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.