Djibril Cissé até de graça quer jogar: «Estou preparado para voltar»

Antigo internacional francês retirou-se em 2017 mas garante que ainda está em forma

Djibril Cissé retirou-se do futebol em 2017 mas quer voltar aos relvados da Ligue 1 já na próxima época e tudo por um objetivo: marcar 4 golos. E para isso até nem se importa de jogar de graça.

A carreira do antigo internacional francês ficou marcada pelas lesões - partiu as duas pernas, uma em 2004 e outra em 2006 -, e nas três passagens por clubes do principal campeonato gaulês apontou 96 golos: 70 pelo Auxerre (200 a 2004), 24 pelo Marselha (2006 a 2008) e 2 pelo Bastia (2005). Mas Cissé ainda quer atingir um número redondo.

"Nós, avançados, temos amor pelos golos e pelas marcas. A marca dos 100 golos assombra-me, faltam quatro e isso deixa-me louco, por isso quero voltar à Ligue 1 para marcá-los. Se algum clube me aceitar, eu consigo fazê-los em dois ou três meses. Sou muito teimoso quando tenho um objetivo e faço de tudo para alcançá-lo", afirmou o jogador de 38 anos em entrevista à 'SoFoot', mostrando-se disposto a fazer uma pausa na profissão de DJ e garantindo que continua em forma.

"Estou preparado para voltar e jogar de graça, sem salário, por isso não há muito risco. Neste momento não tenho contactos avançados, mas espero que alguns clubes apareçam e me queiram. A profissão de DJ não envolve necessariamente álcool. Nunca bebi ou usei drogas na minha vida, sou bem preservado", justifica.

A última experiência de Cissé como jogador foi na Suíça, ao serviço do Yverdon. "Tudo bem que era a 3ª divisão da Suíça, mas fiz 24 golos em 27 jogos como titular e sem me lesionar. Por isso acho que consigo marcar 4 na Ligue 1", concluiu o francês.

Por André Antunes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas