Jardim abre a janela aos jovens príncipes

Técnico do Monaco quer lutar pelos quatro troféus

• Foto: Fernando Ferreira

Lidera o campeonato, está nos ‘quartos’ da Taça de França, nos ‘oitavos’ da Champions e na final da Taça da Liga. Tudo corre sobre rodas ao Monaco de Jardim, embora o técnico português reconheça que a equipa já apresenta sinais de desgaste. "É evidente que estamos fatigados, mas acredito na nossa capacidade de trabalho. O objetivo ainda passa por jogar a fundo todas as competições. O mais importante é gerir o grupo e cada vez que um problema surge, abre-se uma janela de oportunidade para outro jogador", destacou o treinador, reconhecendo que não tem soluções ao mesmo nível para todas as posições, daí a aposta na juventude.

"Gosto de lançar jovens, mas só quando estão preparados. O nosso projeto está feito para lhes dar oportunidades." E deu o exemplo de Bernardo Silva. "Agora está mais maduro. É o terceiro ano que está connosco e estamos contentes com o rendimento deste ano."

Sem medo

Depois do Metz, o Monaco enfrenta o Manchester City na Champions, daí que Jardim admita mexidas no onze – Sidibé, Mendy e Falcão apresentam queixas –, embora tente colocar o foco no adversário de amanhã.

"O Manchester City tem uma boa equipa, mas nós não temos medo de ninguém e aquilo que me preocupa é o Metz. Pensamos jogo a jogo. Agora o Metz, a seguir o Bastia e só depois o City ." E o senhor que se segue foi goleado (7-0) pelo Monaco em outubro. "Este Metz já não é o mesmo da primeira volta. Está em 12º lugar e é a oitava melhor equipa fora de casa", realçou Leonardo Jardim.

Por Aurélio de Macedo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.