Jardim admite utilizar jogadores da equipa B frente ao PSG

Monaco defronta parisienses nas meias-finais da Taça esta quarta-feira

• Foto: EPA

Com a luta pelo título francês ao rubro - a quatro jornadas do final, Monaco e PSG têm os mesmos 80 pontos, embora os monegascos tenham um jogo em atraso -, as duas equipas defrontam-se também esta quarta-feira numa das meias-finais da Taça de França. E Leonardo Jardim não tem dúvidas em dar prioridade ao campeonato, afirmando mesmo que irá utilizar jogadores da equipa na visita ao Parque dos Príncipes.

"Esta partida surge entre dois jogos muito importantes em que só temos dois dias de recuperação entre eles. Não temos escolha, será preciso rodar o plantel e poupar os jogadores mais utilizados para o jogo de sábado com o Toulouse. Em Paris vamos utilizar jogadores que têm jogado pouco e outros da equipa B", referiu o técnico português esta segunda-feira, em conferência de imprensa.

Um dia depois do importante triunfo em Lyon, Jardim fez ainda questão de elogiar os jovens da equipa de reservas, que ocupa o 6.º lugar do Grupo D do 4.º escalão francês (CFA). "Todos os titulares do último jogo na CFA estarão no treino de hoje. Vamos ver se eles estão preparados. Trabalhamos todas as semanas com eles e há uma ligação muito forte com o treinador da equipa, Souleymane Cissé. Utilizamos a mesma metodologia de trabalho", sublinhou o português.

Refira-se que, segundo o correspondente da RMC Sport no Mónaco, Yann Pécheral, foram pelo menos 12 os jogadores da equipa B que participaram no treino desta tarde sob a orientação de Leonardo Jardim, juntando-se a De Sanctis, Touré, Diallo, Ndoram, Jorge, João Moutinho, Cardona, Germain e Carrillo, os elementos da equipa principal que não foram titulares em Lyon na noite de domingo.

Para Jardim, não há dúvidas quanto a prioridade. "O campeonato é a competição mais importante. Depois, há a Liga dos Campeões, que é muito importante devido ao coeficiente UEFA, para a França e para a imagem dos nossos jogadores", frisou o técnico, que continua sem poder contar com os laterais Djibril Sidibé e Benjamin Mendy, a juntar ao cansaço provocado pela acumulação de jogos.

"Depois, há também a fadiga mental. [Esta madrugada] Deitámo-nos às quatro da manhã, treinamos às 16h30 e amanhã voltamos a partir", lembrou ainda o treinador dos monegascos.

De qualquer forma, o brasileiro Jorge, reforço chegado em janeiro e também presente na conferência de imprensa, acredita num bom desempenho frente ao PSG. "Alguns jogadores estão cansados depois do jogo em Lyon, mas o treinador vai colocar em campo a equipa mais competititiva possível para nos qualificarmos", concluiu o jovem esquerdino de 21 anos.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0