Jardim é uma máquina de fabricar dinheiro

Treinador português já ajudou o Monaco a fazer 357,5 milhões de euros só neste mercado de verão

• Foto: Vítor Chi

Leonardo Jardim é sinónimo de... dinheiro! Tudo porque o treinador do Monaco é um autêntico especialista em rentabilizar ativos. A imagem de marca do português é a aposta em jovens talentos, que depois de trabalhados são vendidos com um lucro assinalável. A saída histórica de Mbappé para o rival PSG reforça a veia ‘milionária’ do técnico de 54 anos que, só neste mercado, já ajudou os monegascos a receberem... 357,5 milhões de euros em vendas (incluindo o valor que o PSG irá pagar pela promessa de 18 anos).

Um dos primeiros a sair foi Bernardo Silva para o Manchester City, seguindo-se outros elementos importantes na caminhada brilhante rumo ao título na época passada, como o lateral Mendy (Man. City) ou Bakayoko (Chelsea). Especialista na gestão de recursos humanos, Jardim tem contribuído para o aumento da riqueza do clube do principado. Para esta nova época, o Monaco desembolsou apenas 72 milhões de euros, valor muito inferior ao das vendas.

"Foi este o projeto que aceitei há quatro anos. Sinto-me cómodo. O mais importante é sempre o clube, não os jogadores. O Monaco tem grandes jogadores e é normal serem cobiçados pelos gigantes europeus. É bom sinal porque todos assistem aos nossos jogos. Depois é o mercado que decide!", sublinhou Leonardo Jardim.

Lemar pode ser a próxima pérola a sair

E eis que a máquina de fazer dinheiro de Leonardo Jardim pode ver sair mais uma pérola antes do final do mercado e por uma verba extraordinária. Trata-se de Thomas Lemar, extremo de 21 anos que recebeu uma proposta tentadora do Liverpool de... 80 milhões de euros: 72 milhões pagos a pronto e os restantes consoante objetivos.

De acordo com o ‘L’Équipe’, os responsáveis do Liverpool receberam uma nega de Vadim Vasilyev, vice-presidente do Monaco, que terá dito que Lemar não está à venda. Recorde-se que o Liverpool procura um sucessor para Coutinho.

Jovetic já chegou

O último jogador a chegar às mãos de Jardim foi Stevan Jovetic, avançado de 27 anos que foi vendido pelo Inter ao Monaco por 11 milhões de euros. O internacional montenegrino já posou com a nova camisola e escolheu o número 10 de... Mbappé.

Números

357 milhões e meio é o valor que o Monaco já arrecadou neste mercado de transferências (incluindo o que o PSG irá pagar por Mbappé), um valor recorde: na época passada o Monaco vendeu 15,7 milhões; em 2015/16 foi 177,6 milhões e em 2014/15 88 milhões.

60 milhões de euros é o preço avançado pela imprensa francesa que o Paris SG dá por Fabinho. O emblema de Jardim deseja manter o brasileiro.

57,5 milhões de euros foi a venda mais cara da era de Leonardo Jardim no Monaco antes de Mbappé. O lateral Mendy transferiu-se para o City.

25 milhões de euros foi o máximo que o técnico português do Monaco deu por um reforço. O investimento mais elevado do português chegou da Bélgica, tratando-se de Tielemens, jovem promessa de apenas 20 anos que atuava no Anderlecht.

Por Diogo Jesus
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.