Jardim: «Não me sinto inferior a ninguém»

Técnico diz que não mudou desde que foi para o Monaco

• Foto: Reuters

A cumprir a quarta temporada no Monaco, Leonardo Jardim deixou esta sexta-feira claro, em entrevista à AFP, que a sua ida para França mudou muita coisa - a começar desde logo pelo salário -, mas não mudou o seu jeito de ser, que segundo o treinador português continua a ser o mesmo de antes.

"O que mudou foi o estatuto, o reconhecimento, os títulos e o salário, não a minha forma de ser. Continuo a ser a mesma pessoa de antes. O clube dá-me um bom salário e boas condições de trabalho. Há clubes maiores, mas de momento, aos 43 anos, estou feliz aqui", começa por dizer o técnico português.

Ora, falando em vencimentos, Jardim revela ter recusado uma oferta milionária vinda da China. Tudo em prol da vontade de continuar na Europa, onde não sente que haja algum treinador mais forte do que si: "O salário e o produto do teu trabalho não são tudo. Recusei uma proposta enorme da China neste verão porque ainda sou ambicioso e estou a apontar ao topo do futebol europeu. Cada um tem os seus métodos, as suas qualidades, mas nunca penso que há alguém melhor do que eu. Não me sinto inferior a ninguém."

Em França desde 2014, quando trocou o Sporting pelo Monaco, Jardim conquistou a Ligue 1 em 2016/17, tendo sido finalista vencido na Taça da Liga de 2017 e da Supertaça.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.