Record

Liga investiga alegado racismo contra Balotelli

Italiano queixou-se de insultos vindos da bancada

• Foto: EPA
A liga francesa abriu esta sexta-feira uma investigação depois de o avançado Mario Balotelli, do Nice, se ter queixado de atos racistas por parte dos adeptos do Dijon.

O Nice afirma que Balotelli, de 27 anos, foi sancionado com um cartão amarelo depois de reclamar contra insultos racistas vindos dos adeptos do Dijon, em 10 de fevereiro, num jogo entre as duas equipas. O árbitro, Nicolas Rainville, disse não ter ouvido quaisquer gritos ou injúrias provenientes da bancada.

Segundo um comunicado no website da liga, os resultados da investigação serão entregues em 15 de março.

Em janeiro de 2017, o avançado italiano, filho de emigrantes ganeses, acusou os adeptos do Bastia de terem emitido ruídos de macaco durante o jogo entre ambas as equipas, no Armand Cesari. A liga francesa abriu uma investigação que resultou na perda de um ponto para o Bastia, com pena suspensa, e no encerramento de parte das bancadas durante três partidas.
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

M