«Mbappé estava muito frustrado e não queria jogar mais pela seleção depois do Euro'2020»

Noël Le Graët revela que o avançado não sentiu apoio ao falhar penálti decisivo contra a Suíça

• Foto: EPA
Noël Le Graët, presidente da Federação Francesa de futebol, revelou, em entrevista ao 'Journal du Dimanche', que Mbappé pensou deixar a seleção após o Euro'2020 quando, nos 'oitavos' frente à Suíça, falhou o penálti decisivo que atirou os gauleses para fora da competição.

"Recebi-o depois do Europeu. Ele sentia que a Federação não o tinha defendido depois de falhar o penálti e tinha visto as críticas nas redes sociais. Estivemos cinco minutos no meu gabinete. Ele estava com raiva, não queria jogar mais pela seleção, algo que eu obviamente não apoiei. É um vencedor e estava muito frustrado tal como todos nós. É um grande homem, muito mais generoso do que aquilo que se pensa", lembrou Le Graët.

Após a eliminação da seleção francesa do Euro'2020, Mbappé chegou a vir a público abordar o penálti falhado no momento da decisão. "Sempre coloquei a seleção francesa acima de tudo e sempre o farei. Nunca ganhei um euro para jogar aqui e sempre jogarei de graça pelo meu país. Acima de tudo nunca quis ser um problema, e senti que o estava a começar a ser e que as pessoas sentiam isso. Se a seleção estiver mais feliz sem mim, assim será".

Recorde-se que há cerca de um mês Mbappé renovou contrato com o PSG até 2025, apesar do interesse do Real Madrid.
Por Record
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas