PSG multado em 100 mil euros por discriminação no recrutamento de jovens jogadores

Prática entre 2013 e 2017

• Foto: Reuters

O Paris Saint-Germain foi esta terça-feira multado em 100.000 euros pela comissão disciplinar da Liga francesa, por discriminação étnica no processo de recrutamento de jovens jogadores entre 2013 e 2017.

O clube parisiense admitiu, no ano passado, que no processo de recrutamento eram utilizados formulários com conteúdo ilegal, embora argumentando não ser responsável pela implementação da política.

A Liga francesa aplicou igualmente uma multa de 10.000 euros, com pena suspensa, ao antigo diretor da academia do PSG, Bertrand Reuzeau, enquanto os responsáveis pelo departamento de recrutamento dos parisienses na altura, Marc Westerloppe e Pierre Reynaud, foram sancionados em 5.000 euros, também com pena suspensa.

O Ministério Público francês também está a analisar o caso, na sequência de uma queixa apresentada por uma organização para os direitos humanos, sendo que a lei francesa proíbe a recolha de dados pessoais que demonstrem a origem étnica ou racial das pessoas.

Nos formulários, o PSG, atual campeão gaulês, utilizava um retângulo para tipificar a origem das possíveis contratações e, no caso dos franceses, existia ainda a possibilidade de acrescentar se se tratava de um jogador de raça branca.

Em novembro do ano passado, Serge Fournier, prospetor de jogadores para o clube na Normandia, justificou a situação com o facto de não se saber a idade dos jogadores nascidos no continente africano.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.