Rolando sofre mas sem... queixas

Central desapareceu do 'mapa' esta época no Marselha

• Foto: Getty Images

Quando, há cerca de um ano, Rolando assinou por três épocas com o Marselha, o experiente internacional português apostava no relançamento de uma carreira marcada por sucessivos empréstimos durante os últimos anos de ligação ao FC Porto. E se na época passada ainda fez 29 jogos (26 como titular), esta desapareceu do ‘mapa’. Com Franck Passi, o central acabou relegado para... quinta opção – atrás de Fanni, Doria, Hubocan, Rekik –, e o máximo que tem conseguido é assistir aos encontros no banco de suplentes (cinco jogos esta temporada).

"É a minha escolha e é apenas desportiva. Tenho muito boa relação com ele", justificou o técnico marselhês antes da visita a Rennes. Certo é que Rolando transmitiu a Franck Passi a vontade de sair do clube no verão. "Penso que não é por isso que não joga. Não houve qualquer conflito, nem explicações além do seu afastamento", revelou o empresário João José em declarações ao ‘L’Équipe’, que destaca a "dignidade" com que o defesa está a lidar com a situação.

Para já, o central de 31 anos limita-se a trabalhar, e sem queixumes, apesar de estar cada vez mais isolado em Marselha – ainda por cima, a esposa e os dois filhos mais novos regressaram a Portugal –, restando-lhe esperar pela reabertura do mercado, em janeiro.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.