Rony Lopes, do sofá ao relvado: «Marcar na Champions é um sentimento inexplicável»

Jogador do Monaco feliz pelo primeiro golo na prova milionária

A carregar o vídeo ...
Rony Lopes mostra como se faz e marca belo golo ao Besiktas

Quando Pepe se estreou na Liga dos Campeões, num jogo do FC Porto com CSKA em setembro de 2004, Rony Lopes estava a caminho dos 9 anos. Pepe já venceu a prova por três vezes, todas ao serviço do Real Madrid, e agora joga na prova milionária com a camisola do Besiktas. Pepe assistiu na primeira fila ao primeiro grande momento de Rony Lopes, hoje com 21 anos, na Champions. Estreia a titular e estreia a marcar, no golo que deu vantagem aos franceses em Istambul - o Besiktas viria a empatar depois.

O que sente e pensa um jogador quando marca pela primeira vez na principal competição de clubes? "É um sentimento inexplicável. Por muito que se sonhe, quando acontece... é ótimo. A primeira coisa que me passou pela cabeça foi a minha família, por tudo o que lutámos e continuamos a lutar", respondeu Rony Lopes, em declarações exclusivas a Record.

A família surgiu no pensamento e não só. Nos festejos viu-se o jogador a beijar o pulso esquerdo, um gesto repleto de significado. "É uma tatuagem que tenho e que o meu pai, mãe, irmão e irmã também têm. Cada vez que marco um golo beijo o pulso em homenagem à minha família", confessou o camisola 20 do Monaco.



Como muitos futebolistas, Rony Lopes vê a Liga dos Campeões... com outros olhos. E antes via, literalmente, de outra forma. "Sempre foi um grande objetivo para mim. No ano passado, estava sentado no sofá ao lado do meu pai a ver um jogo da Liga dos Campeões e disse-lhe: 'Para o ano, em vez de estar no sofá, vou jogar na Champions'. Felizmente concretizou-se", revelou o jogador.

Já em casa do Besiktas, no final do jogo, houve uma pequena conversa com os outros portugueses, Pepe e Quaresma. "Cumprimentei-os e desejámos boa sorte uns aos outros. Foi uma conversa normal", contou Rony Lopes. Com Leonardo Jardim houve conversa de grupo. "O treinador não falou comigo em particular. Disse aos jogadores que estava satisfeito com o trabalho da equipa, mas não tanto com o resultado", acrescentou o extremo do Monaco.

Isto porque o empate deixa o campeão francês com as contas mais complicadas no grupo G e uma derrota no próximo jogo confirma o último lugar da equipa de Leonardo Jardim. "O apuramento ainda é possível, temos 2 jogos, contra Leipzig e FC Porto, e vamos fazer tudo para vencê-los", atirou Rony Lopes.

Pronto para a Seleção

Fernando Santos revela esta sexta-feira os convocados de Portugal para a dupla jornada de particulares - Arábia Saudita e Estados Unidos são os adversários -  e Rony Lopes aguarda com expectativa. "Não sei se vou ser chamado. Se for convocado estarei pronto porque é para isso que tenho trabalhado. Acredito que a oportunidade vai chegar e a mim cabe-me continuar a trabalhar, porque quem toma as decisões é o selecionador", lembrou o internacional sub-21 português.




Por David Novo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas