Tirar Paris do mapa

Monaco inicia a Ligue 1 já amanhã

• Foto: Reuters

É já amanhã que arranca a primeira grande liga europeia, numa edição da Ligue 1 que promete... mais do mesmo. O Paris SG continua a ser o grande candidato à conquista do pentacampeonato, aproximando-se cada vez mais do recorde de hegemonia da prova, que pertence ao super Lyon, que no início deste século foi sete vezes campeão de forma consecutiva.

Ora, quem tentará aproveitar um eventual deslize do conjunto da capital é o Monaco. Leonardo Jardim tem consciência de que será um autêntico milagre terminar com o domínio parisiense. Depois do terceiro lugar na última temporada, o treinador português, de 42 anos, deseja voltar a encurtar distâncias para o crónico vencedor da prova e conta com a colaboração de três compatriotas.

Já sem Ricardo Carvalho, que terminou contrato, Jardim espera muito da influência de João Moutinho, presente na recente conquista do Europeu. Depois há ainda Bernardo Silva, que deseja ter uma época de confirmação em França, após os problemas físicos que o atacaram em 2015/16. E há ainda Ivan Cavaleiro que, contudo, não tem a presença garantida no plantel, sendo recorrentemente apontado à saída do Principado.

Quanto ao mercado, Leonardo Jardim viu sair Ricardo Carvalho e Toulalan, tendo contratado Sidibé ao Lille (15 milhões de euros), Mendy ao Marselha (13), Glik ao Torino (11) e ainda Bennasser ao Nancy (3). Contudo, há dois jogadores que regressam de empréstimo que prometem ser novas peças chave: os avançados Valère Germain e Radamel Falcão.

Atenção à falsa partida

Após ter começado a liga anterior de forma desastrosa – era 11º classificado à 10ª ronda –, Jardim sabe que está proibido de fazer outra falsa partida. "O objetivo é melhorar a nossa classificação e garantir acesso direto à Champions. Temos de começar mais fortes do que no ano passado", alertou ontem.

Ausência de peso para a estreia

O Monaco entra em campo já amanhã, devido à participação no playoff de acesso à Liga dos Campeões frente ao Villarreal na próxima quarta-feira, mas Leonardo Jardim conta com algumas baixas para a receção ao Guingamp. "Vágner Love, Germain e Falcão não estão bem fisicamente e não serão opções para a estreia na Ligue 1. Temos de encontrar outras soluções ofensivas e estou convicto de que vamos vencer. O nosso desejo é iniciar a prova com um triunfo frente aos nossos adeptos", afirmou o português, que eliminou o Fenerbaçe de Vítor Pereira na 3.ª pré-eliminatória da Champions.

Por Diogo Jesus
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0