Villas-Boas 'puxa as orelhas' à equipa após derrota com Monaco: «A 1.ª parte foi vergonhosa»

Marselha foi eliminado nos oitavos-de-final da Taça da Liga Francesa

• Foto: Instagram

André Villas-Boas estava visivelmente agastado no final do jogo em que no Marselha foi eliminado nos oitavos-de-final da Taça da Liga Francesa, diante do Monaco de Leonardo Jardim. O treinador acusou os jogadores de evidenciarem pouca intensidade e diz que agora vão ter se de redimir perante os adeptos.

"Perdemos os primeiros 45 minutos e pagámos caro, era um jogo que podíamos vencer. Faltou-nos agressividade e intensidade no jogo. Nem dá para comparar a primeira parte com a segunda, a primeira parte foi vergonhosa", disse Villas-Boas.

E prosseguiu: "Conversámos muito ao intervalo, fizemos ver que as coisas não podiam continuar assim, não era uma questão de sistema tático, mas sim de agressividade. Precisamos encontrar as respostas entre nós porque, tendo em conta a reação da segunda parte, não é uma questão física"

A equipa vinha de uma pesada derrota diante do PSG (4-0) e o treinador queria seguir em frente nesta competição. "Podemos aceitar a derrota de Paris, tendo em conta a qualidade do adversário, mas esta, contra o Monaco, não. Eu queria ganhar esta taça! É uma vergonha, tínhamos tantos adeptos a torcer por nós, agora temos de nos redimir perante eles. Isto não é muita pressão para os jogadores, falta um pouco de qualidade. Vamos falar, não sou o tipo de treinador que expõe publicamente os jogadores. Não obstante as lesões e os castigos, estávamos à procura de um estilo, mas as vitórias são mais importantes do que os desempenhos. Em termos de mentalidade, cabe aos jogadores dar uma resposta aos adeptos."

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.