Zidane: «Como treinador não há 50 clubes para onde possa ir»

Técnico não coloca de lado o PSG e diz que a seleção francesa "é o mais bonito que há"

• Foto: Instagram
Zinedine Zidane, que hoje comemora o seu 50.º aniversário, admitiu numa entrevista ao jornal francês 'L'Équipe' a possibilidade de um dia treinar o PSG. O nome do técnico tem sido falado para o banco da formação parisiense, mas o presidente do clube, Al-Khelaïfi, desmentiu essa hipótese recentemente.

"Nunca digas nunca, principalmente quando és treinador nos dias de hoje. Quando era jogador podia escolher quase todos os clubes. Como treinador não há 50 clubes para onde possa ir. Há duas ou três possibilidades", considerou, a propósito do PSG. "Se voltar a um clube é para ganhar, digo-o com toda a modéstia. Mas não posso ir para qualquer parte."

Zidane não esconde o sonho de treinar aos 'bleus'. "Quero continuar a treinar. E depois, por que não estar num projeto em que seja eu mesmo a liderá-lo?", questionou, quando inquirido sobre a seleção francesa. "Claro que quero [ser selecionador]. Espero sê-lo algum dia. Quando? Não depende de mim. Mas quero fechar o ciclo, não terminei com a seleção francesa. É o mais bonito que há, seria tudo para mim..."  
Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas