Transferência de Osimhen para o Nápoles na mira das autoridades francesas

Negócio fez-se por 81,3 milhões de euros, mas apenas 10 terão entrado nos cofres do Lille

Foi a segunda transferência mais cara do verão passado e está a levantar grandes dúvidas em França. O avançado nigeriano Victor Osimhen saiu do Lille e rumou ao Nápoles por 81,3 milhões de euros (M€) - 70 seriam pagos de imediato e os restantes mediante objetivos -, mas segundo o 'L'Équipe' terão entrado pouco mais de 10 M€ nos cofres do emblema francês e o negócio está agora na mira das autoridades francesas. 

De acordo com o 'L'Équipe', os proprietários que assumiram o comando do Lille em dezembro de 2020, após a saída de Gérard López, realizaram uma auditoria às contas do clube e encontraram falhas, nomeadamente documentos de transferências de dinheiro realizadas entre as contas do Lille e várias empresas ligadas, de forma direta ou indireta, a Gérard Lopez. O Ministério Público de Lille ainda não deu início a qualquer processo oficial, mas o procurador confirmou, ao 'L'Équipe', a receção dos referidos documentos e que os mesmos estão "em análise" por parte das autoridades.

Gérard Lopez, que está interessado em adquirir outros clubes, nomeadamente o Bordéus, recusou comentar os rumores em torno da transferência de Osimhen, mas a reação chegou por parte dos representantes do empresário. "Estamos agora a ter conhecimento dessa informação e não recebemos qualquer notificação, por isso não podemos confirmar ou negar. Os auditores têm obrigação de fazer este tipo de relatórios, mas sublinhamos que tal não desencadeou qualquer investigação. Trata-se de algo normal nestas situações. O que achamos menos comum, porém, é o timing destas revelações", justificaram.

Por Record
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Lille

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.