Adeptos do Manchester United atacam casa do vice-presidente do clube

Grupo de 20 indivíduos cercou a mansão do chefe executivo do emblema inglês e pediu satisfações

• Foto: Twitter

O Manchester United não está a atravessar um bom momento esta temporada e os adeptos apontam a um culpado: Ed Woodward. O vice-presidente executivo dos red devils é visto pelos adeptos do clube como o principal culpado para o declínio de sucesso do histórico emblema inglês. E esta terça-feira o verniz estalou.

De acordo com o 'The Sun', um grupo de 20 adeptos do Manchester United reuniu-se na fachada da mansão de Ed Woodward, avaliada em dois milhões de euros, colocou bombas de fumo vermelho junto aos portões e atiraram tochas para o interior da propriedade.

"Woodward tem sido um verdadeiro desastre no papel de chefe executivo e tem de abandonar o clube. Já muitas pessoas o disseram e ele parece não querer dar ouvidos - talvez porque recebe cerca quatro milhões de euros por ano. Decidimos assim vir aqui pessoalmente e dizer-lhe cara a cara. Não conseguimos falar com ele, mas certamente que conseguimos passar a mensagem, pois não vamos daqui embora e não fazer nada enquanto arruinam o nosso clube", afirmou fonte presente no local, em declarações ao 'The Sun'. 

United reage

O clube confirmou o incidente e, em comunicado, condenou-o veementemente: "os adeptos expressarem a sua opinião é uma coisa; cometer crimes e colocar em risco vidas é outra. Não há desculpa para isto, de todo." 

Por Sérgio Magalhães
7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.