Ao cuidado de Mourinho: Selecionador inglês acredita que Smalling e Shaw estão mesmo lesionados

Treinador do United apontou o dedo a jogadores pouco corajosos

• Foto: Getty Images

Um dia depois de José Mourinho revelar que há jogadores no plantel do Manchester United que se colocam fora das opções à mais pequena dor que sintam, em alusão a Chris Smalling e Luke Shaw, o selecionador interino de Inglaterra insistiu que os dois futebolistas ficaram fora da sua convocatória para os jogos frente a Escócia e Espanha por estarem, de facto, lesionados.

"A verdade é que eles não defrontaram o Swansea. Portanto, há ali uma questão médica. O Chris não esteve nos últimos quatros jogos. Os dois departamentos médicos tem um bom relacionamento e nós temos de confiar nas informações e decisões dos nossos médicos. Claro que esta situação é difícil. Não sei por que razão é que Mourinho fez aqueles comentários", adiantou Gareth Southgate.

Recorde-se que no contexto do embate diante do Swansea, domingo, Mourinho aproveitou para deixar uma mensagem forte a alguns elementos do plantel que dirige, com a comunicação social britânica a indicar que os destinatários eram, de novo, Shaw e Smalling.

"Há uma diferença entre os corajosos, que querem jogar a todo o custo, e os outros, para quem uma dorzinha pode ser determinante. É evidente que não se trata apenas dos jogadores, trata-se dos jogadores e das pessoas que os rodeiam. [Modificar isso] Leva tempo, mas não é uma missão impossível", disse Mourinho na flash interview, após o triunfo por 3-1 sobre o Swansea, acrescentando depois, já na conferência de imprensa:

"Temos jogadores com problemas [físicos]... jogadores dentro de campo com problemas. Em todas as modalidades - e sei disso porque tenho amigos que trabalham noutras modalidades ao mais alto nível - joga-se mesmo quando não se está a 100 por cento. Tenho um amigo que é um grande tenista e ele recorda-se que são mais as vezes que joga com dores, dos que as que joga sem dores. É isso que quero dizer, para competir tens de ir ao limite."

"Para alguns, [agir daquele modo] é algo cultural. Mas não é a minha cultura. E mais do que a minha, não é a cultura do Manchester United", reforçou o treinador português na mensagem que terá como destinatários Smalling e Shaw, que têm apresentando problemas físicos nas últimas semanas.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.