Arsenal despede 55 funcionários devido à Covid-19: nem o olheiro que descobriu Fàbregas escapa

Decisão de dispensar Francis Cagigao surpreendeu tudo e todos

• Foto: Reuters

O Arsenal anunciou esta quarta-feira a decisão de avançar para o despedimento de 55 funcionários, numa tomada de posição que atribui aos efeitos da pandemia de Covid-19 à qual nem figuras fortes do clube escaparam.

Um dos nomes mais sonantes é o do olheiro Francis Cagigao, que abandona a estrutura do clube depois de 20 anos de ligação, nos quais foi figura ao ter sido um dos responsáveis pela deteção de alguns dos maiores talentos do clube, tais como Gabriel Martinelli, Hector Bellerin ou Cesc Fàbregas.

De acordo com o 'Daily Mail', para lá de Cagigao os gunners também devem avançar para os despedimentos de Peter Clark e Brian McDermott, elementos que até agora eram vistos como fundamentais na deteção de talentos em solo britânico. Três saídas que foram recebidas com espanto pelo resto da estrutura de olheiros, especialmente devido ao estatuto e ligações das figuras em causa.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.