Arsenal quer Mourinho e pede ao treinador para que esqueça o Manchester United

"ONE World Sports" diz que o português foi contactado por intermediários

• Foto: Getty Images

A estação de televisão norte-americana ONE World Sports avança que o Arsenal terá contactado José Mourinho através de intermediários, os quais pediram ao treinador português para que não se comprometa com outro clube. A notícia salienta que Stan Kroenke, milionário e empreendedor norte-americano que detém mais 65 por cento das ações dos gunners, está a ser fortemente pressionado para demitir Arsène Wenger e contratar um técnico com ideias modernas.

Mourinho terá sido contactado no início destes mês, logo a seguir à derrota dos londrinos frente ao Swansea. Estes intermediários perguntaram a Mourinho se este estava interessado em trabalhar no Arsenal, pedindo-lhe também para que não se comprometesse com outro clube até maio, altura em que estaria resolvida a situação do veterano treinador francês, com o qual o português mantém uma grande rivalidade que por pouco não resultou em vias de facto [na foto].

O relato da ONE World Sports surge depois do jornal espanhol "El Pais" ter feito eco de um dado que já tinha sido objeto de tratamento na comunicação social inglesa: Mourinho terá um pré-acordo assinado com o Manchester United, o qual contempla cláusula indemnizatória em caso de rescisão unilateral.

Contudo, a estação de televisão norte-americana sublinha que a ideia de continuar a residir em Londres seduz o treinador português, que em dezembro de 2015 foi despedido do Chelsea, clube da capital inglesa que tinha conduzido ao título pouco mais de seis meses antes. Por isso, Mourinho pretende garantias de uma boa base de apoio no conselho de administração dos gunners, revela a ONE World Sports, reclamando como fonte um amigo do treinador.

Nos gunners, Mourinho teria à disposição um plantel equilibrado, ao qual teria de juntar apenas dois ou três reforços, enquanto o United representa uma tarefa bem mais complexa, que inclui ainda a pesada herança deixada por Alex Ferguson, que os sucessores David Moyes e Louis van Gaal "desbarataram".

Por António Espanhol
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas