Arsène Wenger considera que "será frustrante" ficar fora da Champions

"Seremos vítimas da falta de consistência que demonstrámos ao longo da época", assume

• Foto: Reuters

Arsène Wenger reconheceu esta terça-feira, em conferência de imprensa, que "será frustrante" o Arsenal ficar fora dos quatro primeiros lugares da Premier League, aqueles que dão acesso à Champions League da próxima temporada.

A equipa londrina ocupa atualmente a quinta posição, com 69 pontos, e caso vença os dois encontros que lhe faltam - na quarta-feira, com o despromovido Sunderland e, no domingo, com o supreendente Everton -, chegará aos 75, o que poderá não ser suficiente para assegurar a vaga no playoff da Liga dos Campeões.

O técnico francês, confrontado com esta realidade, assume responsabilidades pela inconsistência da equipa, ao longo da temporada, mas não vira a cara à luta. Quer vencer, independentemente daquilo que Liverpool (3.º) e Manchester City (4.º) venham a conseguir nas duas derradeiras partidas da Premier League. Uma, no caso dos 'reds'

"Será frustrante", dispara, confrontado com a possibilidade de falhar o objetivo, acrescentando: "Continuo a pensar que temos que dar o nosso melhor para chegar aos 75 pontos. Se não chegar, não chega, mas, pelo menos, teremos feito bem o nosso trabalho até final."

Sobre os motivos desta indefinição classificativa, a duas jornadas do final, Wenger é taxtivo. "Seremos vítimas da falta de consistência que demonstrámos ao longo da época", reconhece o treinador dos 'gunners', recusando-se a apontar outros responsáveis: "Se fizermos 75 pontos, não somos vítimas de ninguém. Só seremos batidos por um ponto. Um ponto que, ao longo da temporada, pode cair para um lado ou para outro... Mas, nunca teremos desculpa, porque tínhamos que ter mais um ponto."

Ao fim das 19 jornadas da primeira volta, o Arsenal ocupava a terceira posição da Premier League, mas, na segunda volta, ganhou apenas nove dos 17 jogos para a quinta posição, o que coloca o clube de Londres perante a possibilidade de ficar fora da Champions, o que aconteceria pela primeira vez desde que Arsène Wenger chegou ao clube, há 20 anos.

Por João Lopes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.