Arsène Wenger e as críticas: «Não estou assustado»

Técnico francês falou sobre os apupos dos adeptos

• Foto: Reuters

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo desta quarta-feira contra o West Ham, o treinador do Arsenal, Arsène Wenger, respondeu às críticas de que tem sido alvo, nos últimos tempos, por parte dos adeptos:

"Sou um profissional e trabalho com condições favoráveis e desfavoráveis. Eu não estou assustado. Aceito o julgamento das pessoas e concentro-me apenas no jogo.Trabalho com honestidade e integridade. Hoje, toda a gente tem uma opinião, o que é importante é que as pessoas que podem influenciar os resultados (jogadores) se mantenham juntas", vincou.

Ainda na conferência de imprensa, o treinador francês referiu que tem como objetivo acabar o mais alto possível na classificação e espera ter os adeptos a apoiar a equipa: "Temos muitos jogos no mês de abril e precisamos de todos. Necessitamos do apoio dos adeptos nos jogos. Digo a mim próprio para acabar o mais alto possível. Estamos a lutar para ter o final de temporada positivo, por isso é que quero que os adeptos se mantenham atrás da equipa."

Recorde-se que a contestação ao técnico francês tem estado em alta, com os adeptos a mostrarem a sua insatisfação através de cartazes e, até, aviões.

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.