Bernardo Silva: «Demos uma resposta muito boa»

Português destaca reação do City à inesperada eliminação da Taça de Inglaterra

• Foto: Reuters

A enorme surpresa que foi a eliminação do Manchester City da Taça de Inglaterra, frente ao Wigan, do 3º escalão, parece não ter feito qualquer mossa na equipa de Pep Guardiola. Desde esse inesperado resultado, há duas semanas, os citizens bateram duas vezes o Arsenal, ambas por 3-0 - primeiro na final da Taça da Liga, em Wembley; depois para a Premier League, no Emirates -, e venceram o campeão Chelsea, no domingo, com Bernardo Silva a assumir enorme protagonismo.

"Quando perdemos, às vezes torna-se tudo mais complicado, mas demos uma resposta muito boa e ganhámos três jogos a duas grandes equipas. Queremos pensar jogo a jogo, mas claro que significa muito chegar a março e estar tão perto de conquistarmos o título. Vamos dar o nosso melhor para continuar a ganhar jogos", adiantou o jovem craque português, de 23 anos, em declarações à imprensa inglesa.

Bernardo Silva, que já tinha marcado na visita ao Arsenal para o campeonato, fez o único golo da partida com os blues e admitiu que os problemas colocados pela estratégia defensiva de Antonio Conte foram muitos. "O Chelsea pode jogar da forma que quiser. Nós sabíamos que existia a possibilidade [de um esquema defensivo] e quando o jogo começou tivemos de nos adaptar a isso e depois jogar o nosso jogo. Tentamos sempre controlar o jogo, com futebol de ataque, para criar oportunidades e marcar golos. Felizmente ganhámos e agora temos de pensar no próximo", acrescentou o esquerdino.

"Sabíamos que teríamos de ser pacientes, porque quando jogamos frente a uma equipa tão defensiva e tão forte no contra-ataque como o Chelsea é preciso ser paciente. É preciso controlar os seus principais jogadores e foi isso que fizemos. Felizmente conquistamos mais três pontos e estamos mais perto do título", lembrou ainda Bernardo.

Com a Premier League bem encaminhada - para já, tem 18 pontos de vantagem sobre o mais direto perseguidor, o Liverpool, que serão 16 se o Manchester United vencer o Crystal Palace, faltando disputar apenas nove jornadas -, o City está igualmente muito perto de carimbar a passagem aos 'quartos' da Liga dos Campeões. Mas mesmo depois da goleada por 4-0 em Basileia, Bernardo Silva garante que os citizens não vão facilitar na quarta-feira.

"Não diria que estamos confortáveis mas temos uma boa vantagem. Mas em casa, com os nossos adeptos, vamos tentar ganhar outra vez", concluiu o internacional português, referindo-se à 2.ª mão dos 'oitavos'.

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Mourinho não facilita

Luso prevê um Tottenham forte ante o Ludogorets e a tentar a 5.ª vitória seguida na temporada

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.