Candidato Leicester já só faz rir Ranieri

Vitória sobre Tottenham recoloca clube numa luta onde poucos esperavam que ainda estivesse

• Foto: Reuters

O Leicester chegou ao Boxing Day como líder isolado da Premier League e com uma série de dez jogos seguidos sem derrotas – oito vitórias e dois empates – mas nesse dia perdeu em Liverpool por 1-0 e somou depois dois nulos, deixando a liderança e fazendo soar os primeiros discursos de que a quebra estava em marcha. Nada mais errado. A equipa de Ranieri reagiu e foi ganhar 1-0 ao terreno do Tottenham, que muitos já apontaram como candidato. O italiano ainda se ri quando se fala em... título, mas os adversários é que já tremem diante dos foxes.

"Eu só me rio... Estamos em janeiro. Se já fosse maio, talvez. Temos de continuar a trabalhar no duro e manter os pés assentes no chão. Esta liga está cada vez mais maluca", avisou o técnico italiano, de 64 anos, que já levou a equipa a superar os pontos conquistados em toda a época passada [42 em 21 jornadas contra 41]. Mas Ranieri já estabeleceu a meta para o final do campeonato: "Somámos 39 pontos na 1ª volta e, então, eu disse aos jogadores: ‘OK, agora queremos 40 pontos na 2ª volta’. Tento sempre melhorar. Se fizermos 79 pontos no fim, ficarei muito satisfeito". Nas últimas dez épocas, esta pontuação deu sempre um lugar na Champions. Por curiosidade, em 1998/99, o Man. United foi campeão com 79 pontos enquanto o Arsenal festejou o título na época anterior com... 78.

"Se isso nos leva a ganhar o título? Não sei. Acho que há muita gente a dizer: ‘O que vai acontecer? Até onde pode ir o Leicester?’ Não tenho a resposta. Não sei do que somos realmente capazes de fazer", admitiu Ranieri, contente pela resposta da equipa na Taça – empate em casa do Tottenham antes da vitória para a liga – sem os craques Jamie Vardy (15 golos esta época) e Riyad Mahrez (13).

Oito testes sérios não assustam médio Drinkwater

Com os mesmos 43 pontos do líder Arsenal e 18 rondas por jogar, importa perceber quais os testes mais sérios que o Leicester tem até ao fim da Premier League. Dentro de duas jornadas, inicia um ciclo difícil com a receção ao Liverpool e as visitas a dois dos mais sérios candidatos: Man. City e Arsenal. Depois, volta a apertar no fim da época, com deslocações a casa do United e do Chelsea (última jornada) e receção ao Everton pelo meio. Mas o médio Drinkwater não se assusta: " Alcançámos uma tremenda vitória em casa do Tottenham. O rival pode ter mais bola, nós queremos é os 3 pontos." Já Pochettino, técnico do Tottenham, elogiou o Leicester: "Merecem. Têm a sua forma de jogar mas justificam o crédito. São consistentes."

Por Hugo Neves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.