Conte soube o valor da oferta que o Chelsea fez por Llorente e ameaça sair a curto prazo

Treinador italiano percebeu que o clube nunca esteve interessado em contratar o avançado

Chelsea-Manchester City: Momento em que Morata explica à equipa técnica que não pode continuar em campo, deixando Conte abalado
• Foto: EPA

A continuidade de Antonio Conte como treinador do Chelsea está de novo a ser colocada em causa devido aos motivos que já tinham vindo a público em rumores que a comunicação social britânica deu conta: a inoperância da administração do clube Londrino no mercado de transferência. A novidade é que o italiano foi informado em relação ao caso concreto de um futebolista que pretendia ter no plantel e terá ficado muito abalado.

O jornal 'The Times' revelou a proposta que o Chelsea apresentou ao Swansea para a contratação de Fernando Llorente, avançado que trabalhou com Conte na Juventus em 2013/14, no último mercado de transferência e a verdade é que face à concorrência de outros clubes, o montante oferecido pela equipa de gestão liderada por Marina Granovskaia roça o rídículo.

O Chelsea propôs ao Swansea pagar cinco milhões de libras (quase 5,6 milhões de euros) pelo espanhol numa altura em que o clube galês tinha em carteira uma oferta de mais do dobro desse valor proveniente do Tottenham, escreve o diário britânico.

Para Conte, a forma como os dirigentes dos blues conduziram o processo não é mais do que um sinal de que nunca houve verdadeiro interesse em lhe satisfazer o pedido de um jogador que considerava crucial para pode fazer a rotação de futebolistas do ataque quando o clube joga em todas as frentes com o objetivo de conquistar títulos.

É conhecida a política do Chelsea em relação a contratações e renovações de contrato que envolvam futebolistas acima dos 30 anos e Llorente comemora o 33.º aniversário já em fevereiro, mas o treinador italiano não olha a idades quando seleciona o onze ou reforços para o plantel que dirige.

E o cenário piorou, pois o Chelsea, que deixou sair Diego Costa para o Atlético Madrid recentemente, ficou sem Álvaro Morata devido a lesão muscular na coxa esquerda contraída no jogo diante do Manchester City, pelo que resta agora Michy Batshuayi para jogar no ataque.

Recorde-se que Conte se demitiu da Juventus a 15 de julho de 2014, em cima do início da temporada 2014/15 precisamente porque os responsáveis do clubes, sobretudo o presidente Andrea Agnelli, se recusarem a investir no reforço do plantel com critério e qualidade.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.