Depois das "sardinhas" e "lagostas", o barco de Carvalhal já "está no mar"

Técnico português voltou a utilizar expressões piscatórias

A carregar o vídeo ...
Carvalhal 'reforça' Swansea... na lota

Depois de ter falado de lagostas e sardinhas, Carlos Carvalhal voltou esta quinta-feira a encantar a imprensa inglesa com a sua arte de utilizar expressões piscatórias para falar sobre o mercado de transferências. Em causa estão os possíveis reforços para o seu Swansea, entre os quais o portista Vincent Aboubakar, um nome que o português se recusou a comentar.

"O barco está no mar, mas os peixes ainda não morderam o isco. Quando o barco está no mar, depende se há alguma tempestade, se os peixes estão a dormir ou não e se querem ou não vir para o barco. Estamos no processo, mas não sei o que vai acontecer", começou por dizer o técnico português, na conferência de imprensa de antevisão ao duelo com o Newcastle.

Questionado de seguida se há algum negócio iminente, Carvalhal continuou na mesma onda. "Não estou no barco! Estou na praia, por isso não consigo ver os peixes... Vamos tentar trazer os jogadores com a maior qualidade possível. Não quero falar de quantos, mas o mais importante é trazer jogadores de qualidade, que possam ajudar os que já temos", frisou.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.