Diretor-geral do Newcastle detido por suspeita de fuga aos impostos

Autoridade tributária e aduaneira do Reino Unido também fez buscas no Chelsea e no West Ham

Lee Charnley (à esquerda), com Mike Ashley, dono do Newcastle
• Foto: Getty Images
O diretor-geral do Newcastle, Lee Charnley, figura no lote de pessoas detidas nesta quarta-feira na sequência de uma operação levada a cabo pela autoridade tributária e aduaneira do Reino Unido (HMRC), que se estendeu a França, por suspeitas de fuga a impostos e a obrigações no âmbito da segurança social.

Destaque também para as buscas realizadas em Londres nos estádios de Chelsea e West Ham, dois clubes da Premier League, onde atuam os internacionais portugueses Eduardo e José Fonte. O Newcastle, recorde-se, garantiu a subida ao principal escação do futebol inglês esta semana, depois de uma temporada no Championship.

Os magpies pertencem a Mike Ashley, multimilionário e investidor britânico que esteve na mira das autoridades em 2016, também por suspeita de fuga ao fisco.

"Cento e oitenta agentes do HMRC foram destacados para vários locais no reino Unido e em França. Os investigadores realizaram buscas em várias instalações no nordeste e no sudeste da Inglaterra e prenderam indivíduos, além de apreenderem registros comerciais, financeiros, computadores e telemóveis. As autoridades francesas estão a colaborar com a investigação e fizeram buscas e detenções em vários locais", lê-se no comunicado divulgado pelas autoridades nesta quarta-feira.
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas