Domingos Quina reconhece "erro parvo" ao participar em aniversário

Quebrou regras impostas pelo governo britânico para combater a pandemia

• Foto: Reuters

O futebolista português Domingos Quina, que alinha nos ingleses do Watford, pediu esta segunda-feira desculpas por ter participado numa festa de aniversário em período de pandemia de covid-19, considerando que se tratou de um "erro parvo".

"Quero fazer um pedido de desculpas público por participar num aniversário dos meus companheiros de equipa na semana passada. Foi um erro parvo colocar em risco a saúde e a segurança da minha família, dos meus companheiros e de outras pessoas", escreveu o médio, de 20 anos, que esta temporada conta apenas com nove encontros ao serviço dos Hornets.

O jogador luso, que cumpre a segunda época no clube dos arredores de Londres, reconhece que "ocupa uma posição privilegiada como jogador de futebol profissional" e, como tal, deve ter a "responsabilidade de tomar boas decisões e agir da maneira certa".

De acordo com os media ingleses, o médio luso terá sido 'apanhado' numa festa particular promovida pelo seu colega Andre Gray, e na qual também esteve Nathaniel Chalobah, com mais de 20 pessoas quando as regras impostas pelo governo britânico para combater a pandemia apenas permitem seis e com distanciamento social.

Como consequência, Domingos Quina foi excluído do desafio da 32.ª jornada da primeira liga inglesa, entre o Watford, 16.º classificado, com 28 pontos, e Southampton, 13.º, com 40, que terminou com a vitória dos Saints, por 3-1.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0