Fàbregas explica saída do Arsenal: «Quando perdíamos eu chorava e eles combinavam saídas à noite»

Médio espanhol deixou os gunners em 2011 para rumar ao Barcelona

Cesc Fàbregas deixou o Arsenal em 2011, para rumar ao Barcelona, numa altura em que era umas das estrelas dos gunners, a par de Robin Van Persie. O internacional espanhol acusa os companheiros de equipa de falta de ambição para justificar o regresso à Catalunha.

"Era capitão e estava sob grande pressão. Tinha de liderar a equipa e fiz tudo para conseguirmos títulos. Cada vez que perdíamos, ia para casa a chorar. Entrava no autocarro depois dos jogos, em lágrimas, e via vários colegas a rir e a combinar onde iam sair à noite. Comecei a sentir-me sozinho nesta vontade de querer ganhar", revelou ao podcast Arseblog o médio que representou o Arsenal durante oito temporadas.

"Se não fossem as atitudes de alguns colegas, especialmente nos últimos dois anos, teria ficado no Arsenal. Apenas o Van Persie e o Nasri estavam ao meu nível em termos mentais e técnicos Não é arrogância, era mesmo isso que sentia", explicou o jogador que atualmente joga no Monaco.

Por Andreia Candeias
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.