Federação inglesa irradia dois adeptos devido a gestos nazis

Interdição vitalícia dos estádios é aplicada pela primeira vez

A federação inglesa (FA) anunciou a interdição vitalícia de dois adeptos da seleção, na sequência do comportamento destes durante o encontro com a Alemanha, em Dortmund, a 22 de março. Na origem da decisão está o facto de um dos apoiantes ingleses ter feito a saudação nazi e o outro simulou ter um bigode como o de Adolf Hitler, fazendo ainda gestos de estrangulamento na direção dos adeptos germânicos.


O referido encontro particular - que os alemães venceram por 1-0, com um golo de Podolski, que fez a sua despedida da seleção - ficou ainda marcado pelos assobios de alguns ingleses ao hino germânico e cânticos relativos à 2.ª Guerra Mundial. Uma situação que o próprio presidente da FA lamentou então. "O comportamento de uma parte dos adeptos ingleses em Dortmund foi impróprio, desrespeitoso e dececionante", afirmou Greg Clarke.

Refira-se que o castigo aplicado aos dois adeptos é válido apenas para os jogos da seleção inglesa disputados fora de Inglaterra, sendo a primeira vez que este tipo de punição é utilizada pela federação. Foram ainda suspensos mais 27 membros do grupo organizado de adeptos da seleção (ESTC) por períodos diversos. E houve seis que receberam advertências por escrito e outro em que o caso está pendente.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.