Ferdinand: «Coutinho seria bom para o United antes do Bruno Fernandes chegar, agora não»

Antigo jogador dos red devils admite que o internacional brasileiro poderia ser uma boa adição para o Tottenham de José Mourinho

• Foto: Instagram / Philippe Coutinho

Na última janela de transferências, o Manchester United surgiu, por várias ocasiões, associado a uma possível contratação de Philippe Coutinho, contudo, desde a chegada de Bruno Fernandes a Old Trafford, que o internacional brasileiro foi ‘riscado’ da lista de possíveis contratações, tal como afirma Rio Ferdinand.

"Basicamente nem todas as equipas conseguem pagar por um jogador como ele (Philippe Coutinho). E penso que ele não iria conseguir adaptar-se agora a um Manchester City ou Liverpool. Se ele seria uma boa adição no Manchester United? Antes da chegada de Bruno Fernandes diria que sim, mas agora não. Ainda por cima jogou no Liverpool, por isso seria muito difícil. A rivalidade é grande", disse o ex-internacional inglês, através de um vídeo de perguntas e respostas na sua página do Instagram.

Para Rio Ferdinand, voltar à Premier League seria o melhor passo para o internacional canarinho dar à carreira e até apontou o clube ‘certo’: o Tottenham de José Mourinho.

"Passou por dificuldades no Barcelona, não conseguiu adaptar-se e depois também não tem feito muito melhor no Bayern. É um grande jogador, um enorme talento, e penso que precisa de voltar ao caminho certo. Voltar para a Premier League para a equipa certa poderá ser o melhor para ele, penso que precisa disso. No Tottenham? Sim, sem dúvidas. Jogadores como Kane, Dele, Son, etc, ficariam melhor se tivessem um jogador como ele na equipa", apontou.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.