«Foi pouco inteligente deixar vir espanhóis a Anfield»: as críticas que chegam de Liverpool

Presidente da Câmara de Liverpool critica realização do jogo com o At. Madrid

Os efeitos da epidemia do coronavírus continuam a motivar criticas ao nível político. Desta vez aconteceram em Inglaterra onde Joe Anderson, presidente da Câmara de Liverpool, se atirou ao governo por este não ter impedido a presença de espanhóis na cidade dos Beatles para assistirem ao jogo dos reds com o At. Madrid, da 2ª mão dos oitavos-de-final da Champions, que garantiu aos colchoneros o apuramento para os "quartos".

O número de infetados em Liverpool quase duplica diariamente e Joe Anderson não tem dúvidas, um dos motivos para o alastrar da epidemia foi a invasão de espanhóis que se verificou no dia do jogo. 

Recorde-se que, antes do jogo, o político tentou impedir a viagem dos adeptos colchoneros, sem sucesso. "Argumentaram que os adeptos do Atlético não podiam entrar no seu estádio [em Espanha já se jogava com portas fechadas] e por isso queriam ver a equipa em Anfield", revelou. 

Perante a atual situação, Joe Anderson não tem dúvidas: "O Governo não tomo medidas firmes na altura devida, preocupou-se mais com questões económicas... Foi pouco inteligente deixar que se jogasse e permitir que a cidade fosse invadida por adeptos espanhóis, que se misturaram com a população local. A culpa não foi dos adeptos do Atlético mas esse jogo não se devia ter disputado."

Também o ex-diretor da saúde pública da cidade criticou a realização do encontro. "Foi uma decisão vergonhosa deixar os adeptos espanhóis viajarem até Liverpool. A cidade está agora a sentir as consequências dessa decisão", disse o dr. John Ashton.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.