Giroud: «É impossível assumir a homossexualidade no futebol»

Avançado posou para uma revista gay em 2012 como forma de apoio à comunidade homossexual

• Foto: Reuters

Olivier Giroud, avançado do Chelsea e campeão do mundo pela França, diz que há ainda muito trabalho pela frente na luta contra a homofobia no futebol. O avançado, que foi capa de uma revista gay em 2012 por solidariedade com a comunidade homossexual, lembrou o caso de Hitzlsperger, o primeiro futebolista alemão a assumir a homossexualidade.

"Quando Hitzlsperger tomou a sua decisão foi quando disse a mim mesmo que atualmente é impossível assumir a homossexualidade no futebol. Num balneário há muita testosterona, companheirismo, duches coletivos... É muito complicado, mas é assim", disse o gaulês em entrevista ao 'Le Figaro'.

"Ainda há muito trabalho a fazer no mundo do futebol sobre este assunto, para dizer o mínimo. Eu entendo a dor e a dificuldade de quem se assume, é um teste a sério depois de anos a trabalhar sobre si mesmos", concluiu o avançado de 32 anos.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.